20/06/2015

João Tremoço, o professor mais charmoso

Descobri agora que o meu stôr de físico-química A deste ano (10º ano) já não vai ser meu professor para o ano. O meu coração disparou quando li isto no grupo da turma. A sério. Aquele stôr foi o meu melhor professor em toda a minha vida de estudante, e não estou a exagerar. Aquele Homem, tão prestigiado e tão humilde, soube ensinar-nos o que era realmente a física, ensinou-nos a ter como paixão a física e a descoberta do desconhecido. Deu-me uma vontade enorme de chorar porque, ontem fomos todos a um almoço de turma em casa dele que significou bastante para mim, sei lá, aquele Homem é dos melhores seres humanos que eu conheço, e vou realmente sentir saudades dele, vai ser aquela pessoa de quem sempre me vou lembrar quando alguém perguntar como foi o meu décimo ano, ou que professor gostei mais ao longo de toda a minha vida estudantil. 

Enfim, espero que não percamos contacto, espero encontrá-lo daqui a uns cinco anos e poder dizer-lhe que não houve professor nenhum que conseguisse mexer comigo como ele mexeu, que nenhum que tentasse conseguiu fascinar-me tanto em questões de personalidade e ciência, como ele conseguiu.

2 comentários:

  1. Own sempre sofro quando isso acontece com os professores que eu gosto.

    Beijos
    www.amorascomclasse.com

    ResponderEliminar
  2. A vida é assim mesmo querida! mas o que vale, é que eles acarinham-nos quando se lembram por nós e quando passam por nós na rua :))

    ResponderEliminar